Atualizando o Windows 10, por que não devemos apressar?

Atualizando o Windows 10, por que não devemos apressar?Desde 29 de julho, a instalação (upgrade) do Windows 10 está disponível gratuitamente para os titulares de uma licença e um sistema operacional Windows 7, Windows 8 / 8.1.

Uma notificação aparece em outros lugares em sistemas operacionais elegíveis e pretende ser compatível com Windows 10, levando os usuários para virar a esquina e, assim, mudar o seu sistema a favor desta nova versão do Windows.

Infelizmente, a realidade pode ser muito diferente, tendo em vista a experiência de usuários que estão buscando soluções para resolver seus problemas após esta mudança.

Aqui estão algumas advertências e razões para recomendar contra uma alteração de versão para agora.

sistema muito jovem

A política da Microsoft era geralmente para testar seu sistema de filiados, mas parece que para esta versão, eles se foram a partir desta opção, e os testes fizeram-se internamente e diretamente para os seus utilizadores.
Certamente uma versão Technical prévia foi amplamente divulgada para permitir que os últimos anos para melhorar o seu sistema com os retornos desses testadores voluntários mas não parece suficiente para exibir o número de erros encontrados nos fóruns.

informante sistema demasiado intrusivo

A grande crítica após a livre disseminação deste sistema é que o Windows 10 intercepta uma série de dados pessoais significativos para transmitir para a empresa de Redmond.
Por enquanto, não parece haver nenhuma utilidade em capacidade de suprimir completamente a transferência de informações e apesar das possíveis configurações do sistema operacional, a Microsoft vai, necessariamente, ser informado sobre o que você faz como o uso seu computador.

Algumas soluções estão começando a aparecer, mas eles ainda têm algum caminho a percorrer para garantir a privacidade de cada um.

hardware incompatível

No geral, um número de condutores (áudio, gráficos, rato, webcam, etc.) não são compatíveis com o Windows 10. E isso afeta quase todos os fabricantes com soluções previstas mais ou menos longo prazo.

Alguns exemplos:
- geração de algumas placas de vídeo AMD mais antigos em série HD5XXX / HD6XXX / HD7XXX não são mais suportados ou não suportados pelo driver AMD em Windows 10

- Também alguns chipsets de rede como alguns Realtek atual (8111E particular) colocam problemas que os motoristas não funcionam corretamente

- O driver de áudio Realtek não gere a tomada de saída para fones de ouvido e continua a reproduzir som através do alto-falante no caso de um laptop

- Para laptops HP, os motoristas Conexant áudio parecem não funciona no Windows 10

- Na Toshiba Satellite L670, uma preocupação com tudo o que está a gerir as teclas especiais no teclado Fn + Fx e paragem de Alimentação / touchpad. No entanto, a Toshiba fornece em seus modelos de sites que podem migrar no Windows 10.

- Uma atualização para HP ainda falha na impressora de rede Wi-Fi ... resolvido por desinstalar e reinstalar.

A incompatibilidade de software

Uma série de programas de software que pode ser executado em seu sistema não estará disponível no Windows 10.

- Alguns jogos mais antigos que as dificuldades (controle inacessíveis devido visualização excessiva), mas este tipo de cuidado é recorrente quando montar a versão da Microsoft. O assistente de compatibilidade nem sempre é capaz de resolver o problema.

- Não é possível instalar Sandra ou SIW Windows 10.

Leia isto! fonte Forbes

veja aqui

A Companhia tem, portanto, notificou os usuários ou não, a Microsoft recentemente lançou uma atualização para se preparar para a instalação de seu novo sistema operacional e as coisas começam mal. Alguns usuários relataram em um fórum de empresa Nvidia certos problemas relacionados com as suas placas gráficas depois de instalar esta atualização.

O verdadeiro problema é um conflito entre o Windows Update e Nvidia GeForce Experience, a ferramenta de gerenciamento de drivers e software Nvidia. Windows Update instala um novo driver (Versão 354,43) da placa gráfica Nvidia que ainda não está disponível no site do fabricante da placa gráfica. A ferramenta Experiência Nvidia GeForce não reconhece esta versão como a última. Portanto, downgrades para instalar a versão anterior, que considera ser o mais recente.

Também deve-se notar que a atualização de Microsoft tem o efeito de quebrar as configurações multi-tela e configurações SLI - uma solução para ligação de várias placas gráficas que trabalham com a mesma saída. Isto resulta, portanto, a tremulação da tela ou telas pretas entre outros problemas. Alguns usuários relataram mesmo reboots repentinos de suas máquinas.

Os usuários que encontraram este problema logicamente não deixou de expressar o seu descontentamento. Isso tende a confirmar os temores dos usuários pessimistas ou cautelosos que não querem correr o risco de execução em seus sistemas de PC recém fora de laboratórios e que ainda não foram comprovadas em produção. Até as duas empresas corrigir o problema, o conflito pode continuar enquanto o Windows Update sempre tentar atualizar os drivers.

conclusão

Você tem um ano (encerrados em julho de 2016) para migrar, recomendamos que você ainda para desfrutar do seu sistema estável e esperar para os fabricantes, Microsoft e empresas de software ter resolvido a maioria dos bugs encontrados até o momento.

No entanto, se a sua impaciência guiá-lo, teremos o maior prazer em recebê-lo no nosso fórum Windows 10 para o ajudar a resolver problemas.
Atualizando o Windows 10, por que não devemos apressar?Baixe este artigo (PDF)
Artigo original publicado pela deri58. Traduzido por noctambule28. Este documento intitulado " Atualizando o Windows 10, por que não devemos apressar? "DecorrenteKioskea (Www.commentcamarche.net)Está disponível sob a licença Creative Commons.Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença,como esta nota aparece claramente.baixar este artigo (PDF